Conheça as Atrações

Banda Iandê

Banda IANDÊ no tupi guarani significa NÓS. Sentido de coletividade

Surgiu há 2 anos na comunidade de São Vicente- Meruoca.  Criado por um grupo de amigos amantes da música regional nordestina

que tentam repassar uma mensagem bacana do que gostam e acreditam, carregam grande apreço pela cultura nordestina o grupo também se preocupa com os movimentos sociais.

Gabriel, o Pensador

Gabriel o Pensador, nome artístico de Gabriel Contino, (Rio de Janeiro, 4 de março de 1974) é um cantor e compositor brasileiro de rap.

Um dos maiores nomes do rap brasileiro, Gabriel diferenciou-se de boa parte de seus pares (e chegou a ser criticado por eles) por ser garoto branco de classe-média. Mas desde o começo fez das letras de crítica social e moral, como acontece na música rap.

Filho da jornalista Belisa Ribeiro, ele apareceu no fim de 1992, quando ainda era estudante de Comunicação Social na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, com a música “Tô Feliz (Matei o Presidente)”. O personagem da letra era Fernando Collor de Mello, que tinha acabado de renunciar ao cargo frente a um processo de impeachment (e de quem Belisa tinha sido assessora).

Contratado pela Sony Music por causa do sucesso da música (ainda que censurada), Gabriel lançou em 1993 seu primeiro e homônimo álbum, Gabriel o Pensador, que ganhou as rádios com as ácidas, porém divertidas, “Lôraburra” e “Retrato de um Playboy”, além de “”. Em 1995, lançou o álbum Ainda É Só o Começo, que provocou polêmica com as músicas “Estudo Errado” e “FDP3”, mas não repetiu o sucesso do primeiro álbum.

Waldonys

Waldonys José Torres de Menezes nasceu no dia 14 de setembro de 1972, em Fortaleza, CE. É acordeonista e cantor do gênero Forró. Também é piloto de avião. Seu pai Eurides era acordeonista amador e o incentivou a iniciar seus estudos musicais com aulas particulares a partir dos 11 anos e depois teve aulas teóricas no Conservatório Alberto Nepomuceno.

Se existe uma frase que defina o nome Waldonys, ela é a conhecida “Tal Pai, tal Filho”. Ainda pequeno, vendo seu pai Eurides tocar, brotou no menino Waldonys a paixão pelo acordeon. Começou a tocar com apenas 11 anos, aos 14 teve seu talento reconhecido por Dominguinhos e gravar o CD “Choro Chorado”. Aos 15 anos, Waldonys gravou com Luiz Gonzaga o disco “Fruta Madura”, onde foi carinhosamente chamado de “Garoto Atrevido”. Atualmente o talentoso artista tem o aplauso da crítica e, como no dizer de Luiz Gonzaga continua atrevido. Já gravou oito discos próprios e consolidou seu nome junto a importantes cantores e compositores da MBP. Lançou em 1992 seu primeiro disco intitulado “Viva Gonzagão”. Na sequência, “Veleiros”, “Quem não Dança, Dança”, “Coração da Sanfona”, “Waldonys Canta e toca sucessos nordestinos”.

Outras Frequências

Formada em 2007, na cidade de Sobral-CE, a Outras Frequências é uma banda de pop rock que tem influências musicais bandas como Paralamas, Jota Quest, Skank, Detonautas, Charlie Brown Jr, dentre outras. Além do trabalho cover, a banda busca constantemente conquistar o espaço autoral, tendo como primeiro trabalho a música Pode ser, a qual foi vencedora do Festival Canta Sobral de 2013, e logo em seguida tocou em rádios da cidades de Sobral e Fortaleza. Neste ano de 2018, em comemoração aos 10 anos do projeto “OUTRAS FREQUÊNCIAS”, a banda está finalizando um CD completamente autoral, onde apostam em um rock com uma pegada mais agressiva com letras que vão desde encontros amorosos ate a revolta política com o país. A banda já dividiu o palco com alguns artistas e bandas de renome nacional.

Titãs

Titãs é uma banda de rock formada na cidade de São Paulo, Brasil em 1982. Embora originalmente tocassem pop-rock alternativo em seus primórdios, o grupo também já utilizou diversos outros gêneros ao longo de mais de 30 anos de carreira, como new wave, punk rock, grunge, MPB e música eletrônica.

É uma das bandas de rock mais bem sucedidas no Brasil, tendo vendido mais de 6,3 milhões de álbuns e fazendo parcerias com vários artistas brasileiros de renome e diversos cantores internacionais. Eles receberam um Grammy Latino em 2009 e ganharam o Troféu Imprensa de Melhor Banda por quatro vezes.

A formação inicial contava com um número de integrantes bastante incomum. Eram nove membros, sendo que seis eram vocalistas. Arnaldo Antunes, Branco Mello e Ciro Pessoa cantavam e faziam vocais de apoio. Sérgio Britto, Nando Reis e Paulo Miklos, além de cantarem, se revezavam entre os teclados e o baixo. O restante do grupo era formado por André Jung, na bateria, Marcelo Fromer na guitarra rítmica e Tony Belloto na guitarra solo. Ciro Pessoa rapidamente deixou o grupo, antes mesmo do lançamento do primeiro álbum da banda, em 1984. André Jung era o baterista inicial, mas foi substituído por Charles Gavin no início de 1985, estabelecendo a formação clássica da banda.

FREUD EXPLICA

A história A banda ‘Freud Explica?’ formada em 2008 como uma banda cover, passou por um hiato e retornou aos palcos em 2014 com trabalho autoral além de releituras de clássicos do pop e brega. A banda contava em sua formação inicial com Gilmário Rebouças nos vocais, Gecilda Freire nos vocais, Stênio Nog no violão e Manoel Artur na percussão, no decorrer dos anos a banda foi ganhando uma formação menos acústica e mais elétrica, com a entrada de João Marcos no baixo, surgiu também a necessidade de um baterista, tendo assim entrado Andrei Lima para assumir as baquetas, a banda contava com José Rones no trompete, com a saída do trompetista, João Marcos assumiu os teclados e entrou Ray Peixoto para o contrabaixo. A banda já se apresentou em casas de shows em Sobral, Fortaleza e Jericoacoara, fazendo uma rota que também contemplou festivais como o Sobral Cidade das Artes e o Maloca Dragão.